Cachorra com vestido

Como prevenir e tratar o câncer de mama em cadelas

Muito se fala sobre o câncer de mama nas mulheres durante o mês de Outubro, mas, os animais também podem sofrer desse mal. 

O câncer de mama em cadelas é uma patologia que preocupa muito os tutores de animais, especialmente se considerarmos que sua incidência é altíssima - maior até do que o câncer de mulheres.

Cerca de 45% das cadelas são acometidas pela doença, segundo o Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV).

Por outro lado, sabe-se que os tumores encontrados nas mamas podem ser benignos e a oncologia veterinária tem avançado cada vez mais em relação à cura e tratamentos preventivos.

O que causa o câncer de mama nas cadelas?

Cadela Grávida

 

Assim como nos humanos, existem alguns fatores pré-existentes que podem ter um grau determinante na aparição do câncer de mamas. Nas cadelas, o peso do animal durante a juventude influencia bastante nas chances de desenvolvimento da doença. Cadelas obesas até dois anos e meio têm mais chances de adoecerem do que as que têm peso controlado.

Além desse fator, o uso de anticoncepcionais e outros hormônios também é um fator de risco, assim como a gravidez psicológica. Cerca de 50% das cadelas não castradas apresentam a pseudociese canina (gravidez psicológica), que é fruto de uma disfunção de estrógeno e progesterona.

De forma geral, cadelas idosas (acima de 6 anos de idade) têm mais chances de desenvolver câncer das mamas se comparadas às jovens.

Sintomas de câncer de mama em cadelas

Cadela sofrendo

 

A melhor forma de identificar o câncer de mama em cadelas é a visita regular ao veterinário. Exames clínicos têm muita precisão no diagnóstico mesmo no início da doença, o que aumenta as chances de recuperação.

Fique atento aos sinais como:

1 - Caroços nas mamas (ou nas proximidades da barriga);

2 - Inchaço nas mamas;

3 - Secreções com cheiro ruim liberadas pelas mamas ou pelos caroços;

4 - Mudanças comportamentais - como apatia ou agitação, afinal o câncer pode doer e incomodar.

Existem também outros casos cujos sintomas podem se desenvolver de forma mais sutil ou mesmo nem aparecer, permitindo que o tumor cresça e tome proporções de até 15 cm. Por isso a visita regular ao veterinário é tão importante.

De que forma é feito o diagnóstico?

Cadela deitada

 

Na clínica, o veterinário começa com a palpação da região mamária, além de uma coleta de amostra dos nódulos, por meio de exames citológicos.

Caso o tumor esteja mesmo presente, os exames continuam com ultrassons, tomografias, radiografias, hemogramas e biópsias.

Dessa forma é possível identificar se o tumor é maligno ou benigno e o estágio em que a doença se encontra, para decidir a melhor forma de tratamento.

Quais os tratamentos existentes para o câncer de mama em cadelas?

Cadela com ursinho

 

Assim como a manifestação humana, o câncer de mama tem cura se for identificado em um estágio inicial.

A primeira opção é cirúrgica - para que o tumor seja removido e a castração seja feita (caso isso nunca tenha sido realizado anteriormente). Em casos mais graves ou avançados, recomenda-se a quimioterapia.

Depois que finalizado o tratamento, é preciso ser feito um acompanhamento para entender se há reincidência e risco de metástase. 

Caso esta ocorra, (quando o tumor se espalha para outras partes do corpo do animal), a recuperação é mais dificultosa e o risco de morte acentua-se. Nessas circunstâncias, o melhor a se fazer é dar carinho e conforto para o animal - a fim de amenizar o sofrimento.

É importante frisarmos que não existe um remédio para o câncer de mama em cadelas, mas, caso ela faça a cirurgia, é comum o uso de antibióticos e anti-inflamatórios no pós, assim como a administração de analgésicos. 

Quanto custa uma cirurgia de câncer de mama em cadelas?

cadela dá a pata ao médico

 

O valor da cirurgia (cujo nome técnico é Mastectomia canina), pode variar de cidade a cidade, mas de forma geral, vai depender se será realizada em hospitais públicos ou particulares.

Assim que o tumor for identificado, é importante que você esteja pronto para arcar com:

  • Valor da consulta do médico;
  • Exames pré-operatórios;
  • Biópsia;
  • Valor da cirurgia em si;
  • Remédios, curativos e roupinha pós-cirúrgica;
  • Quimioterapia - se necessário.

Uma alternativa bacana é garantir um plano de saúde à sua cadela. Existem várias empresas que oferecem esse serviço até mesmo em conjunto com o “plano humano”. É possível que você escolha o tipo e o valor que se enquadra no seu bolso para que, caso você necessite um dia de exames e cirurgias, o plano cubra tudo e seus gastos não sejam tão intensos.

Como evitar o aparecimento de câncer de mama em cadelas?

Não existe a possibilidade do câncer de mama ser exatamente prevenido, já que existem muitos fatores que levam à sua aparição; porém, as visitas regulares ao veterinário podem ajudar na identificação precoce, o que torna o tratamento mais agradável e as chances de cura muito maiores.

A castração das fêmeas antes do primeiro cio pode ajudar a diminuir a incidência da doença, assim como o não uso de medicamentos contraceptivos que impedem o cio.


Fontes:


Dog Life


Ourofino

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.