dicas para o cérebro

8 dicas para melhorar a memória

Você já teve a sensação de que está esquecendo alguma coisa? Confira como potencializar o poder da sua memória com hábitos simples pra colocar em prática já!

Muitas informações chegam até nós todos os dias e, em alguns momentos, parecemos não conseguir lidar com tantos dados.

Pensando nisso, melhorar a performance cerebral e a memória parece ser um objetivo para muita gente - seja para estudos, trabalho ou mesmo vida pessoal. Guardar muitas informações na cabeça pode ser um recurso valioso e requer mesmo uma dedicação especial.

Confira as 8 dicas que separamos para você colocar em prática hoje mesmo e turbinar a sua memória!

1 - Higiene do sono precisa estar em dia

cachorrinho dormindo

 

A gente sabe que assistir BBB é legal, ou mesmo ver o final daquele filme massa que começou no horário da Tela Quente. Mas se você trabalha em horário comercial e precisa se levantar bem cedinho, talvez não compense o crime - ainda mais se dormir tarde for rotina diária na sua vida.

Dormir menos ou muito mais do que deveria, com frequência, pode prejudicar suas funções cerebrais. Durante o estágio profundo de sono, nós conseguimos memorizar e fixar tudo o que aprendemos durante o dia. Mas, para isso, você precisa MESMO descansar; e não acumular noites mal dormidas. 

Quem dorme pouco vive com a sensação de que poderia ter descansado mais para ficar mais disposto e cheio de energia. Ter um sono desregulado vai afetar seu cérebro e te fazer “lembrar menos”.

2 - Reveja sua alimentação

reveja sua alimentação

 

Se nutrir o corpo é importante, porque nutrir o cérebro não seria? Sua mente também depende de uma nutrição adequada para funcionar adequadamente. Uma dieta pobre em nutrientes, vitaminas e minerais pode culminar em complicações e desregular todo o funcionamento do organismo. 

Existem alguns alimentos em especial que são aliados do cérebro e podem te ajudar a dar um up na memória: peixes de água salgada, grãos e castanhas em geral possuem ômega 3 e vitamina B em sua composição.

Os alimentos antioxidantes - como as frutas vermelhas e cítricas - ajudam a evitar o desgaste cerebral.

3 - Evite o estresse

estresse

 

Inimigo da boa memória, o estresse gera vários sintomas no corpo e altera seu bem-estar de forma geral. O risco de conviver diariamente com o estresse é perdemos a noção do momento em que ele deixa de ser “normal” e pontual, e passa a ser crônico; ou seja - nós nos acostumamos com o estresse; e não deveríamos.


Deixar a mente “tranquila” é a melhor forma de mantê-la focada num objetivo e assimilar o que é importante. Então, comece analisando o que te deixa estressada (quais são os gatilhos) e reflita sobre a forma de lidar melhor com essa situação.

4 - Organize sua lista de tarefas

lista de tarefas

 

O timeboxing pode ajudar bastante no controle da produtividade e também no registro de tudo o que você fez naquele mês ou semana - seja na vida pessoal ou profissional. 

Pessoas que têm uma falha na memória ou dificuldades de concentração podem contar com a ajuda de aplicativos de gerenciamento de tempo para otimizar suas demandas diárias.

Esquecer uma coisa ou outra de vez em quando é normal, mas, atenção à recorrência: o estudante que passa horas do seu dia lendo conteúdos e não consegue fixá-los também tem a sua produtividade prejudicada e precisa de cuidados.

Além dos apps, existem também alimentos que ajudam a melhorar a memória e vitaminas cuja formulação se ancora nos principais aliados do cérebro, como o Sharp Brain, lançamento da Simple e único no Brasil com Neumentix®.

5 - Faça o possível para melhorar (e manter) seu foco

foco

 

Um dos principais gatilhos que culminam da falta de memória é a falta de foco. Quando não prestamos a devida atenção a uma tarefa, fica mais difícil absorvê-la. Tire um tempinho para refletir o que te distrai no cotidiano e como você pode manter esse tipo de intercorrência longe para conseguir estudar ou trabalhar em paz.

Além disso, desligue seus dispositivos eletrônicos durante a execução das suas demandas. 

Não espere ser o “mestre da concentração” logo de cara e trabalhar hiperfocado já no primeiro dia de mudança - assim como qualquer outra habilidade, o ganho de concentração leva tempo e prática. A meditação é uma das técnicas mais indicadas para isso. Você já tentou?

6 - Leia bastante

Leitura

 

A leitura é a ginástica do cérebro. Além de oferecer diversão e conhecimento, a leitura melhora o vocabulário, aumenta a criatividade e a memorização. Diante disso, inclua na sua rotina diária alguns minutos para leitura: encontre um gênero do seu interesse e manda bala!

7 - Otimize sua rotina

relógio

 

Para quem precisa fugir dos lapsos de memória, ter um plano para o dia a dia é outra dica. Pessoas que precisam tomar a medicação todos os dias e não têm uma estratégia para isso (como tomar sempre no café da manhã ou tomar logo após o banho) podem esquecer essa obrigação. 

A mesma coisa muitas vezes acontece com crianças que não têm um cronograma para as tarefas. Eles chegam da escola, brincam, dormem, comem, assistem TV e adormecem. Não seria mais fácil garantir que a aula esteja pronta antes do jantar? Simples assim: passamos por várias situações parecidas e precisamos de mais disciplina para potencializar a memória.

8 - Revise seu dia antes de dormir

Check nas atividades

 

Sabe aqueles poucos minutos antes de dormir? Você não precisa continuar usando seu telefone até se cansar e desligá-lo permanentemente. Aliás, já falamos aqui no blog que esse tipo de comportamento atrapalha a sua higiene do sono

Use esta oportunidade para exercitar sua memória e pensar em tudo que você faz durante o dia. Revise tudo a partir do momento que você acordou: o que você comeu, que roupa você vestiu, onde você esteve, o que você consumiu, as notícias que você leu, as pessoas que você conheceu e mais. 

Tudo pode ser usado como exercício diário e costuma ser um bom indicador para quem sofre de insônia e ansiedade. A verdade é que tentar melhorar a memória nada mais é do que um esforço contínuo – mesmo pequenas atitudes podem levar a resultados finais positivos. Então, preste mais atenção no seu dia a dia e tente colocar em prática as dicas acima!


Fonte: Faculdade Unyleva

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.